Seguidores

domingo, 3 de fevereiro de 2013

UM MODELO DE IGREJA



INTRODUÇÃO

Inúmeros são os irmãos que trazem a concepção que a igreja é uma estrutura material rotulada, onde costumeiramente congregam nos fins de semana, a instituição religiosa legalmente organizada perante a lei dos homens, mas você sabia que a palavra igreja não consta no conteúdo dos livros do Antigo Testamento?

Relatam as escrituras do Antigo Testamento que na peregrinação do povo de Israel pelo deserto,  o Senhor ordenou Moisés a edificar um Tabernáculo, local onde os judeus se reuniam aos sábados para adorar a Deus. Posteriormente, na era do reinado de Salomão, o Senhor Deus o determinou a edificação de um Templo, o qual foi designado oficialmente para o povo judeu adorar e oferecer sacrifícios a Deus. Havia também as Sinagogas, casa de oração e ensinamentos às escrituras. 

Vamos conhecer um pouco da origem e atividade dessas instituições, segundo o que foi por Deus estabelecido, para o povo de Israel.

TABERNÁCULO: Santuário erigido por Moisés no deserto de Sinai, logo depois que a Lei foi editada ao povo. O material usado na construção era: Madeira de Acaia, peles de carneiro, peles de dudongos (talvez golfinho), e todo material fora doado pelos israelitas.  Chama-se habitação (Jeová), a tenda da congregação (isto é, Jeová com o seu povo) e tenda do Testemunho (Números 9.15, 18.2).
Era grande barraca onde eram realizados os atos de adoração durante o tempo em que os israelitas andaram pelo deserto depois da  saída do Egito (Êxodo 25-27). O tabernáculo continuou a ser usado até que o TEMPLO foi construído, no reinado de Salomão.

TEMPLO: Edifício construído no monte Moriá, em Jerusalém, no qual estava centralizado o culto a Javé (ou Jeová) em Israel. Substituiu o TABERNÁCULO. O primeiro Templo foi construído por Salomão, mais ou menos em 959 a.C., e destruído pelos babilônios em 586 a.C. (II Reis 25.8-17).
O Templo propriamente dito media 27 metros de comprimento, por 9 de largura, 13,5 de altura. Estava dividido em duas partes: O Santo Lugar onde os fieis permaneciam, e  o Santíssimo Lugar ou Oráculo onde somente o sumo sacerdote entrava uma vez por ano, não sem sangue, para sacrificar pelos seus pecados e pelas culpas do povo (Hebreus 9.7).

SINAGOGA: Casa de oração dos judeus que começou a existir provavelmente durante o cativeiro. As sinagogas se espalharam pelo mundo bíblico. Servia de tribunal, e nelas, adultos e crianças adoravam a Deus, oravam e estudavam as Escrituras (Lucas 4.16-30). 

A  IGREJA  DE CRISTO NO NOVO TESTAMENTO

O CONCEITO DE IGREJA:  Tradução da palavra grega ekklesia, significa assembleia, ajuntamento dos servos de Deus.

- Grupo de seguidores de Cristo que se reúnem em determinado lugar para adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (Romanos 16.16).   A palavra considera igreja a totalidade das pessoas salvas em todos os tempos (Efésios 1.22).
Segundo a palavra, podemos observar neste conceito que,  igreja não é a estrutura material construída por mãos humanas, para tanto, a primeira vez que a  palavra igreja fora pronunciada no Novo Testamento deu-se no Evangelho de  Mateus 16.14-18, ocasião em que o Senhor Jesus interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do Homem? E eles disseram: Uns, João Batista; outros, Elias, e outros, Jeremias ou um dos profetas.

Disse-lhes então Jesus: E vós, quem dizeis que eu sou?   E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue quem te revelou, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. 

E verdadeiramente a igreja primitiva de Cristo foi primeiramente edificada fundamentada na doutrina dos apóstolos (Atos 2.47), hoje, é edificada no "IDE" de cada um dos que tem  compromisso de servir a Deus em Espírito e em Verdade (Efésios 2.19,20). 


IGREJA   NÃO É PRÉDIO

Sempre que conhecemos  um irmão, a primeira pergunta dirigida um ao outro é: Qual a sua igreja? E se alguém perguntasse a um dos Apóstolos: Qual a sua igreja? O que teriam eles respondido?

Amados, os eruditos que fazem a mídia na religiosidade criaram um mito que para servir a Deus e por Ele ser abençoado, se faz necessário ser membro e dar dinheiro na instituição religiosa. Por isso, sem a estrutura física e sem um líder com título eclesiástico as ovelhas sentem-se perdidas.

Mas na carta aos Efésios 5.32, a Palavra faz uma menção  interessante que não poderá passar desapercebido diante dos nossos olhos espirituais, e assim descrito: Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. E é sobre esse grande mistério que vamos meditar, sob a dispensação do Espírito Santo do Senhor, à luz do Evangelho, para conhecermos a igreja de Cristo:

E para ratificar o tópico, vamos meditar no capítulo 9 do livro de Atos, onde a palavra conta que Saulo indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?

E ele disse: Quem és tu, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer.

Uma pausa para meditação: Observe que na ocasião em que o Senhor Jesus interrompeu a Saulo, Ele já havia ressuscitado e estava na glória do Pai, e mesmo assim, o Senhor lhe disse: Saulo, Saulo, por que me persegues? Como poderia Paulo perseguir a Cristo, estando Ele glorificado nas alturas? Considere:

Atos 8.1: Saulo consentiu na morte Estevão, e fez-se, naquele dia, uma grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e Saulo assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão.

Atos 9.1, 2:  E Saulo, ainda respirando ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote, pediu-lhe cartas para Damasco,  a fim de que, se encontrasse alguns seguidores de Cristo, quer homens, quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.

Mas o resplendor da glória de Cristo cegou a visão de Saulo, o qual foi  guiado pelas mãos a Damasco, pelos seus seguidores. Disse então o Senhor para  Ananias, seu servo para que fosse ao encontro de Saulo e orasse por ele.  E respondeu Ananias: Senhor, de muitos ouvi acerca desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém.

Evidencia-se neste tema, que a igreja que Saulo perseguia, não era a instituição religiosa, mas o Corpo de Cristo, ou seja, homens e mulheres que faziam compromisso de servir a Deus, guardando no coração os mandamentos do Senhor Jesus, constituindo assim a  igreja de Cristo no Novo Testamento, a qual não é  a estrutura material, mas os que servem ao Senhor em espírito e em Verdade.

Portanto, é um equívoco alguém perguntar qual a sua igreja? Ou dizer a minha igreja, ou eu vou à igreja. Porventura seria possível alguém fundar ou ir a uma igreja, sendo nós a igreja de Cristo? O homem tem edificado instituições religiosas, as quais são rotuladas com placas, mas igreja mesmo é somente a que Cristo resgatou com o seu sangue.

Por isso recomendamos aos amados, a não associar a igreja de Cristo com o edifício da praça, ou a organizações religiosas que dizem ser igrejas, porque não são. Como também muitos pregadores tratam a estrutura material como santuário, altar do Senhor, ou a casa do tesouro, isso é um equívoco, um engodo para atrair fieis.

Porque a igreja de Cristo é gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível (Efésios 5.27). E o Evangelho tem preparado a igreja para se apresentar  como uma virgem pura ao marido, a saber, a Cristo Jesus (II Coríntios 11.2), que Ele resgatou com o seu próprio sangue (Atos 20.28). 


NOSSO CORPO É O TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO

A Palavra do Senhor na primeira carta aos Coríntios 12.12-27, assim descreve:
Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.

Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. 

Porque Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? Agora, pois, há muitos membros, mas um corpo.
Porque  Deus assim formou o corpo,  para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros.  De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.


VÓS SOIS O CORPO DE CRISTO E SEUS MEMBROS EM PARTICULAR

 I Coríntios 6.19:  Não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

I Coríntios 3.16, 17: Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. 

No Antigo Testamento, o Templo (estrutura física) era o lugar oficialmente destinado ao povo judeu para adorar e oferecer sacrifícios a Deus. Na Nova Aliança, a Palavra assegura que o nosso corpo é o templo de Deus, porque o Espírito Santo habita em nós. E se alguém destruir o nosso corpo, Deus também o destruirá, porque o templo do Espírito é santo.


OS SERVOS CONSTITUEM O CORPO, E CRISTO É A CABEÇA DA IGREJA

Conhecemos primeiramente que a igreja de Cristo não é instituição religiosa, nem tão pouco a estrutura material o lugar santo, como muitos pregam, mencionando que para servir a Deus e receber as suas bênçãos se faz necessário membrar-se a essas instituições rotuladas por placas, mas o povo santo de Deus constitui a igreja gloriosa que Cristo arrebatará no seu grande e terrível dia.

Vimos também, que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo de Deus. Agora observe nos versículos abaixo, onde a palavra relata que Cristo é a cabeça do corpo, o qual é a  sua igreja que Ele amou e a resgatou em sacrifício vivo. Vejamos:

Colossenses 1.18, 24: Cristo é a cabeça do corpo da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.   E regozijo-me, agora, no que padeço por vós e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja.

Efésios 1.22,23: Deus sujeitou todas as coisas aos  pés do seu Filho e, sobre todas as coisas, o constituiu como cabeça da igreja,  que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.

Efésios 5.23: Assim como o marido é a cabeça da mulher, Cristo também é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. 

À luz da palavra, hoje, a igreja de Cristo assim se constitui: Individualmente, o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, todos os templos formam um corpo, e Jesus Cristo é a cabeça desse corpo. Essa é a igreja do Senhor Jesus, até a  sua vinda para arrebatá-la para a Nova Jerusalém.

Porque na primeira carta aos Coríntios 1.10-13, a palavra alerta para que fujamos da doutrina do homem, e assim descreve: Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo que digais todos uma mesma coisa e que não haja entre vós dissensões; antes, sejais unidos em um mesmo sentido e de um mesmo parecer.

Quero dizer, com isso, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu, de Cefas, e eu, de Cristo.  Está Cristo dividido?  Foi Paulo crucificado por vos? Ou fostes vós batizados em nome de Paulo?

A Palavra exorta para que sejamos de um mesmo parecer, unânimes em uma só fé, e confirma  em I Coríntios 3.4 onde a palavra diz: Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu, de Apolo; porventura, não sois carnais?

Portanto amados, a igreja de Cristo precisa manter a unidade da fé, e a   igreja rotulada é algo que não poderia existir no meio evangélico, basta acatar a palavra: Está Cristo divido?  Foi Paulo crucificado por vós?

E, se o irmão é membro do corpo de Cristo, porque irá membrar-se em ministérios idealizados por homens? Quem ama a Cristo, guarda os seus mandamentos (João 14.14).   


TEMPLO, SACERDOTES E SACRIFÍCIOS

O antigo Judaísmo estava centrado em três elementos: O templo, o sacerdócio e o sacrifício.
Quando Jesus veio, Ele cancelou os três elementos cumprindo-os em Si mesmo. Ele é o Templo que incorpora uma casa nova e viva feita de pedras vivas — “sem mãos humanas”. Ele é o Sacerdote que estabeleceu um novo sacerdócio.  Ele é o Sacrifício perfeito e definitivo.

A Epístola aos Hebreus continuamente enfatiza que Jesus ofertou-se “de uma só vez, para sempre” ressaltando que Ele não precisa mais ser sacrificado novamente, porque um único sacrifício de Cristo no Calvário foi completamente suficiente.


ONDE A  IGREJA DE CRISTO SE REUNIA?

O livro de Atos narra que, após a ascensão do Senhor Jesus ao Trono de glórias do Pai, os Apóstolos e discípulos sendo ungidos pelo Espírito Santo para a obra do ministério (Atos 2), realizaram a maior obra evangelista na face da terra. Pregavam nas casas, ruas, praças, praias, onde estivessem, ali era anunciado o Evangelho, e maravilhas aconteciam pelo Nome do Senhor Jesus.

E como a maioria do povo de Israel permaneceu cumprindo a lei de Moisés, os apóstolos iam às sinagogas dos judeus anunciar o  Evangelho de Cristo. Porem, não congregavam com  judeus remanescente na lei, mas ensinava-os as virtudes de Cristo e dos séculos vindouros.
Mas a reunião da igreja de Cristo se dava nas casas daqueles que recebiam a Palavra da salvação (Atos 28.30, Romanos 16.5,10).

Atos 2.46  Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, (Atos 5.42)  e todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de pregar Jesus, o Cristo.

Observem que os Apóstolos pregavam o Evangelho no templo dos judeus, mas  as reuniões em nome do Senhor Jesus, eram realizadas nas casas ou onde estavam, ali era o território demarcado para anunciar a graça do Senhor.

Desde então, a Palavra de Deus permanece inalterada, qual a razão de se mudar a forma de anunciar a Palavra e servir a Deus?   

Em Atos 7.48,49 e 17.24,25 afirma que Deus não habita em templos feitos por mãos de homens. Considere que seria desnecessário a apresentação desse texto se todos observassem as escrituras sem acrescentar doutrina, ou ao menos guardassem uma só palavra do Senhor Jesus citada no Evangelho de Mateus 18.20, onde Ele declarou: Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.

Dois ou três reunidos em nome do Senhor Jesus, onde quer que estejam, na casa (Atos 28.30,31 - Romanos 16.5,10), na prisão (Atos 16.23-36), na praça, (Atos 17.17), na praia (Atos 21.5) ali estará  constituída a Igreja de Cristo.

Mark Driscoll disse:

“Você pode ter sido batizado na igreja, criado na igreja, servido a igreja. Pode ser que tenha se casado na igreja, morrido na igreja, ter sido velado na igreja e ainda assim acordar no inferno caso esteja meramente na igreja e não em Cristo”

Louvai ao Senhor!

Texto extraído do site Cristo é a Verdade (WWW.CRISTOEAVERDADE.NET)
Sem Copyright © 2012. Sem Reservas de Domínio - Use e Publique à vontade.



CONCLUSÃO - cvpfb

Extraí o ensino maravilhoso do site mencionado acima, o qual gentilmente cedeu o estudo. Um estudo, por sinal maravilhoso, que caiu como uma luva para a atual proposta de estudo deste blog.

A igreja primitiva reunia-se em casas, costumavam evangelizar no templo e em sinagogas. 

Paulo chegou a evangelizar no Areópago grego. Eram unânimes em oração, viviam em comunidade, tinham tudo em comum, uns ajudavam aos outros, eram de um viver simples.

Não havia uma estrutura administrativa forte. Havia, sim, uma hierarquia doutrinária forte. Os apóstolos ditavam as regras doutrinárias e tinham poder para combater eventuais heresias. Dúvidas que suscitavam controvérsias eram tiradas em assembleias, como aquela mais importante que ficou  registrada no livro de Atos em razão da sua importância e de ser um verdadeiro divisor de águas: o Concílio de Jerusalém. Ali estabeleceu-se primordialmente que os gentios faziam parte, em igualdade de condições, com o corpo de Cristo, que a lei não precisava ser seguida pelos gentios, exceto que deviam abster-se do sangue, da prostituição, dos ídolos e da carne sufocada.

Paulo, o apóstolo, não dava ordens aos anciãos das diversas igrejas, muitas das quais ele estabeleceu, para prover as suas missões evangelísticas. Não! Ele simplesmente pedia ofertas aos irmãos, que as davam voluntariamente. Também o socorro às igrejas que estavam sendo perseguidas era voluntário e dependia da boa vontade dos irmãos de outras igrejas. Interessante que os líderes da igreja não faziam nenhuma imposição nesse sentido.

Assim, as igrejas eram independentes administrativamente, mas submissas doutrinariamente às Escrituras e à autoridade apostólica. Ou seja, o modelo primitivo era congregacional, e não presbiteral.

Isso não significa que pretendemos mudar o modelo, mas que devemos avaliar o que de fato é verdadeiro ensino bíblico, verdadeira prática cristã da igreja primitiva, e dissociar essas coisas das estruturas eclesiásticas que foram criadas pela cristandade medieval, as quais sobreviveram na reforma protestante. No próximo tópico pretendemos discorrer sobre isso.

Esse ensino pode parecer simples, mas não é. Ele tem o poder de romper com paradigmas, de alterar visões e a nossa própria maneira de pensar a igreja e as nossas vidas e comunhão com o corpo de Cristo. Quem de fato entender o que está aqui escrito, cotejando esse ensino com a prática equivocada de nossos dias, alcançará uma grande libertação, a qual somente a verdade pode realizar.

Por exemplo,  qual o correto conceito de igreja? de corpo de Cristo? Qual a função do pastor? qual a função do presbitério na igreja primitiva? em que conceito de igreja você se enquadra? Você pertence a uma denominação ou você é igreja, é templo do Espírito de Deus ou não? 

De onde você extrai o fundamento de validade para a salvação, para a unção, ordenação, para os dons espirituais senão de Jesus Cristo? Ninguém está pastor nesta inovadora visão, ou é pastor ordenado pelo Espírito de Deus, ou não é, assim como um servo tem o dom de línguas, ou não tem. Simples assim.

Você que está pastor, que acha que a sua unção veio de uma denominação ou de uma obra, que acha que veio da imposição de mãos do presbitério, ouso dizer que você não tem unção. Mas se a sua unção foi ordenada pelo Espírito de Deus, então honre o seu ministério porque Deus fará grandes coisas em sua vida. É tudo uma questão de fundamento de validade. Nosso fundamento é Jesus Cristo, nada mais.

Quando você encontra um irmão que congrega na Assembleia de Deus, outro da Deus é Amor e, juntos, fazem uma oração e tem dons e profecias, foi a igreja ou foi dom fora do corpo? Foi o Espírito de Deus que atuou ou foi sangue fora do corpo?

Desde já, e sempre, agradeço a Deus o privilégio de estar anunciando a verdade.  Nosso compromisso é unicamente com a verdade, o caminho e a vida.

“Por amor de Sião, me não calarei e, por amor de Jerusalém, me não aquietarei, até que saia a sua justiça como um resplendor, e a sua salvação como uma tocha acesa” (Isaías 62.1).

Por congregar na MARANATA e fazer uso da doutrina da consulta à Palavra, Deus me deu o texto acima. Não que eu precisasse de uma confirmação, mas para mim a prudência é tudo.

CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ!

62 comentários:

  1. Maravilhosa introdução Cvpfb,
    Você combina mais com: CVPABN(CAVALEIRO VELOZ PARA ANUNCIAR BOAS NOVAS)
    Acho que Jesus quis dizer para a mulher samaritana também a mesma coisa:

    ''Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem''. João 4:20-23
    Será que não seria tipo assim:''Mulher,esqueça os preconceitos,a competição,você não precisa de um espaço físico para adorar, você pode ser um templo se quiser,sua adoração será em Espírito e verdade ,não é o Monte ou Jerusalém que faz um adorador,é seu coração!

    ResponderExcluir
  2. Muito longo o nome, mas obrigado pelas palavras e pela oportuna e sábia colocação!

    Vamos ver se os irmãos participam, né?

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir

  3. Rebeca Storck · 518 curtiram isso
    15 de janeiro às 03:39 ·
    ‎"A todos os irmãos na Fé, Louvem a Deus e continuem na intercessão; o Pr Fernando Athayde foi operado hoje (14jan2013) pela manhã, e se encontra na UTI , desentubado e conversando bem pouco, é muita benção, graças a Deus, mas , continuem na intercessão! Glórias sejam dadas ao nosso Deus,que muitas maravilhas ainda vai realizar em nosso meio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"
    (Agradecidos pela informação Adelina Santos)

    Sabemos bem, que "um dia" nossa hora irá chegar. Mas, enquanto estamos aqui, não importa o "estado" em que estamos... se de pé (com saúde) ou deitados (em um leito enfermos)... Deus tem uma missão para cada um de nós, não importa o estado físico... Ele nos faz transmitir sobre o Seu amor de qualquer maneira.

    Graças a Deus, continuemos a orar e vigiar uns pelos outros.

    ResponderExcluir
  4. O pastor Fernando Athayde é uma benção, oro para que Deus possa o abençoar nesta hora. Porque será que ele foi praticamente deixado de lado pela icm, alguém ai sabe o porque.

    ResponderExcluir
  5. Não sei, nenhuma informação.

    Prestem atenção! Não deixamos os irmãos para trás. Orem por ele.

    ResponderExcluir
  6. obrigado pela informação, eu me lembro das aulas que ela deva na maanaim, como eram uma benção, reuniões de jovens e uma de casais, foi uma maravilha aquela palavra que ele trouxe, este é um vaso usado por Deus.

    ResponderExcluir
  7. Muito bom. Uma bela introdução para um assunto que será edificador. Precisamos buscar nas origens o verdadeiro ensino do que é ser igreja corpo de Cristo.

    Saudações!

    ResponderExcluir
  8. Estudo muito interessante, é verdade existem muitos crentes convertidos a uma denominação e não a Cristo.

    ResponderExcluir
  9. Sabe João Marcos,

    Primeiro agradeço sua colocação. Mas advirto que esse ensino é mais do que uma introdução. Falo de experiência própria. Estou entregando de bandeja o segredo da unção e do avivamento, poucos vão entender e isso me angustia. Estou entregando o segredo de como o Espírito de Deus atua.

    Quando achamos que é porque estamos em uma obra maravilhosa, em que o ministério é revelado, um lugar onde Deus fala, então estamos no pior dos mundos. Quando achamos que temos uma bandeira: MARANATA, e que por isso o Espírito de Deus vai operar, estamos cometendo um grande equívoco. Quando achamos que, por ser a nossa doutrina genuína, revelada (ainda que seja), o Espírito de Deus vai operar cometemos outro erro crasso.

    Para termos em nossa vida uma verdadeira unção, um verdadeiro enchimento do Espírito de Deus, precisamos quebrar esses paradigmas exclusivistas, de que temos uma bandeira (vejam só! essa foi a última mensagem de carga extremamente sectária: MARANATA X ANÁTEMA), de que somos diferentes e Ele nos escolheu para trazermos uma mensagem nova. Isso só nos afasta dEle. Olhem só: não estou absolutamente dizendo que Deus não nos deu essa comissão, estou dizendo que fazer disso uma bandeira separatista, exclusivista, nos afasta de Deus.

    Ele opera na simplicidade. Ele opera na comunhão e, se nós achamos que somos melhores do que o irmão da Assembléia de Deus (por exemplo somente), então Ele não vai operar nas nossas vidas como Ele poderia. Quando achamos que devemos evitar a "mescla" porque somos melhores do que ela (aí incluída todas as denominações), estamos colocando os fundamentos do iceberg e da destruição em nosso meio: a soberba precede a ruína.

    O ensino desse post é inovador porque quebra paradigmas. A igreja não é um templo de pedras. Sabe o que está por detrás desta verdade? A igreja é caseira, amigável, coisa de irmãos, coisa de cozinha, coisa de irmão que abraça irmão por puro afeto e não por obrigação, coisa de irmão, coisa de amigo, coisa de irmão que não olha a roupa do outro, a não ser para ajudá-lo. Igreja é coisa de tribo (todos os crentes e não só os da sua mísera bandeira): mexeu com um mexeu com todos: "Senhor, esse cidadão persegue meus irmãos, não gosto dele! Não foi isso que Ananias disse para o Senhor quando foi mandado orar por Paulo?

    Igreja não é bandeira, não é MARANATA X ANÁTEMA, igreja é amor verdadeiro, é chorar quando se vê um irmão aflito, e alegrar-se quando se vê outro indo bem. igreja é FAMÍLIA, intramuros. nas penumbras, de se sentar ao chão para conversar, de rir e alegrar-se diante da arca do Senhor sem se importar com o que Mical vai dizer. Isso é igreja.

    Pedro estava preso e a igreja orava reunida. Onde? Na casa de um irmão. A obreira que abriu a porta para receber Pedro foi uma adolescente. Pode isso hoje?

    Igreja não pode ter bandeira. Se a igreja for uma bandeira, então Deus deixou de ser JEOVANISSI, entende?

    O Senhor é nossa bandeira, só Ele. Não temos outra bandeira. Se dizemos que placa de igreja não salva ninguém, então devemos levar isso às últimas consequências. Devemos abraçar nossos irmãos, seja de que denominação for. Isso é tão evidente que nem está na Bíblia: denominação, essa praga não está na Bíblia. Mas o partidarismo está. E hoje nós somos extremamente partidários. O Espírito de Deus é inimigo do partidarismo, Ele não opera no partidarismo. Até opera, mas não como Ele gostaria em mentes libertas desses preconceitos tolos.

    Se quisermos uma real experiência com Ele, a primeira coisa é abandonar o partidarismo sectário. E isso é algo extremamente difícil.

    Por isso, não me surpreendo se essa postagem não for muito apreciada. As cabeças ainda estão muito formatadas ideologicamente. Uma formatação que não é quadragenária, mas tem mais de quinhentos anos. É contra isso que devemos lutar.

    O campo de batalha é nossa mente.

    A paz do Senhor

    ResponderExcluir
  10. A postagem é excelente, lida e maravilhosa. Oh! como anseio a igreja de Cristo viva assim. A palavra introdução que usei teve por objetivo dizer: Início de um longo e maravilhoso tema. Sim precisamos ter uma bandeira, melhor mensagem. Rsss. A do mestre: "Ide e pregai o evangelho a toda criatura..."

    Saudações!

    ResponderExcluir
  11. Desculpe-me se te ofendi, irmão,

    Apenas peguei o gancho e aproveitei a oportunidade.

    Grande abraço e a Paz do Senhor.

    Vamos continuar orando pelo Pr. Fernando Athayde. É provável que tenha saído da ICM, mas isto não exclui o amor que temos por ele e nem o diminui.

    ResponderExcluir
  12. Ok. Tudo bem. Lhe passei um e-mail. Com certeza vomos orar pelo pastor Fernando. Por gentileza nos mantenha informado sobre ele, temos por ele um muito carinho.

    ResponderExcluir
  13. Prezados irmãos,

    O texto ora apresentado é extremamente oportuno, pois afeta o âmago do discurso sectarista e proselista dos fariseus de plantão, bem como nos move do senso comum do conceito de "igreja".

    Afinal o que é a Igreja, senão o Corpo de Cristo, composto por todos os que foram lavados no sangue do Cordeiro? Nossa ideia simplória, com objetivos escusos ao atrelar conceitualmente o corpo de Cristo com denominações religiosas, é estranha à revelação das Escrituras e uma afronta à obra redentora efetuada no Calvário.

    Sinto profunda tristeza ao constatar que nossa realidade anda distante do modelo bíblico, e este sentimento é exponencialmente elevado ao observar que muitos ainda vivem debaixo de pesados jugos denominacionais, sem gozar da simplicidade do Evangelho, que prega tão somente a Cristo, e este crucificado. E, se a cruz não é mais suficiente, nada mais será!

    Como é bom viver em comunhão com os santos, gozando a operação do Espírito Santo nos momentos de louvor a Deus! Como é bom invocar o nome de Cristo junto dos remidos do Senhor! Como é bom chorar no ombro de quem te ama simplesmente por te amar, que não aponta o dedo acusador diante das suas falhas, mas repreende e exorta com desvelo sacrificial! Oh, glórias a Deus!!!

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  14. Excelente, Pedro!!!

    Por que será que, olhando para o que você disse, ainda restem dúvidas?

    Como desentranhar isso de nós?

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  15. Prezado CVPFB.

    É provável que o Pastor Fernando Athayde tenha saído da ICM. Pq?

    Grande Abraço

    ApdsJ



    ResponderExcluir
  16. Porque ele sofreu uma cirurgia cardíaca de alto risco e ninguém recebeu e-mail com pedido de oração. Ninguém sabe dele.

    Apenas deduzi, mas não tenho certeza ainda.

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  17. Ok. Vamos orar por ele.

    Grande Abraço

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  18. Irmãos PDSJ.

    Muito interessante o assunto abordado. é agradável ver irmãos que tenham entendimento e conhecimento da Palavra, e que superam o mais difícil: a soberba e a arrogância.


    Porém, sobre o texto, o não vejo estritamente desa forma, que talvez tenha ficado subentendida, que: os chamados 'templos' hoje sejam meras invenções de pessoas, e é uma quase distorção da Palavra (vista por alguns como uma distorção).

    TODOS sabemos, ate o mais assíduo aos cultos, e entendemos que banco, púlpito e placa não pode salvar ninguém. Porem não é plausível usar a simples a justificativa que isso não salva para se ausentar e deixar de congregar ali com os irmãos. Não é pecado se reunir em locais fixos com seus irmãos, e haver alguma orientação para que todos possam ser acima de tudo unificados, na mesma doutrina, e no mesmo parecer.

    Foi colocado:
    ''...como muitos pregam, mencionando que para servir a Deus e receber as suas bênçãos se faz necessário membrar-se a essas instituições rotuladas por placas...''

    Visualiando essa expressão, pode levar a muitos a entender (como ja tem levado) que ser um desigrejado hoje seria, pela Palavra, o mais coerente. Pois se eu posso ser abençoado orando particularmente em minha casa (como é), pra que frequentar ou participar com irmãos em locais fixos ou outros que sejam?

    ''Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.'' Hb 10:25

    o Problema maior talvez não seja o afastamento em si; Mas é Claramente percebido que, muitíssimos dos que se afastam, seja qual for o motivo, esfriam, perdem a comunhão. A expressão comunhão (Koinonia) no grego tem o sentido de: Participação: ''ter ou tomar parte'';
    cooperação: ''Trabalhar em comum, satisfazendo a necessidade do grupo''; e
    intimidade: ''proximidade, confiança ou aconchego''

    a Palavra nos diz para ter essa comunhão com o Senhor(I João 1:3) e também com os irmãos(I João 1:5). Isso por certo, é muito mais que comprimentar o irmão na rua e não falar mal dele. Essa comunhão é DADA ao corpo pelo Espírito, no que engloba o amor uns para com os outros. Então há realmente alguma contradição em se reunir com os irmãos a fim de louvar-mos ao Senhor, prestar-mos a Ele nossa adoração e também convidar-mos para que outros (que ainda não O conhecem ) para que sejam participantes conosco e conheçam a Salvação? ou em afirmar que o Senhor visitará o Seu povo ali como aconteceu com os primeiros irmãos(Atos 4:31; 5:12)

    Paz do Senhor Jesus

    ResponderExcluir
  19. E ainda: NÃO somos donos da mensagem.
    Mas temos um compromisso em anunciar: MARANATA !
    Nosso compromisso não é com o responsável de algum grupo, com o pastor ou com a instituição, mas com o Senhor Jesus.

    Quando Ele disse ''IDE'' para anunciar ESTE evangelho do REINO, não era o evangelho dessa vida, mas o Eterno, que veio da Eternidade, não segundo homens. Como Paulo, ele pregava sua experiencia, e não segundo palavras persuasivas mas em demostração de Espírito e de Poder.

    Digo isso pois há alguns que fazem o compromisso em anunciar a cura, a prosperidade e a benção, não o problema aí, ''Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.''
    Mateus 7:8

    Porém se pedirmos apenas voltado para esta vida não somos os mais bem-aventurados por certo (I Coríntios 5:19).

    ( Não negando que o Senhor nos abençoa, e é muito o que o Amor dEle tem feito por nós, as bençãos dessa vida... Mas se isso se tornar o centro, e meu 'nível de espiritualidade' depender dos meus bens materiais, eu transformaria a pedra em pão, inverteria o projeto)

    ''Porque todos buscam o que é seu, e não o que é de Cristo Jesus.'' Filipenses 2:21

    Em suma o que quero dizer, é que ''JESUS VEM'' não está sendo muito pregada, claro que no nosso meio somos ate acostumados a ouvir essa mensagens. Vendo uma gravação de um programa musical, a apresentadora diz '' ... O novo sucesso que vem aí, a música fala de ALGO QUE NÃO É MUITO PREGADO HOJE EM DIA, a volta de Jesus...'' Me assustei quando ela disse isso, pensei: O centro da Palavra não é anunciado, não 'tem sido muito pregado hoje em dia', o que está acontecendo??

    Eis aí a preocupação, a ênfase que é dada, no que se refere ao ''ANÁTEMA X MARANATA '', é colocado como algo distinto, não destacando a Igreja Cristã Maranata, mas colocando a mensagem central como MARANATA! porque se eu não for preparado para o arrebatamento ( MARANATA ) o que me restará (ANÁTEMA ) ?

    '' Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. '' II Timóteo 4:8

    Maranata
    O Senhor Jesus Vem !

    ResponderExcluir
  20. Caro irmão,

    Em momento algum sugeri que as pessoas parassem de congregar. Muito pelo contrário, a ideia é que tenham uma percepção do real significado da igreja. Igreja não se confunde com a denominação, igreja é a congregação, é o corpo de Cristo. Independente de denominação, a igreja é o corpo de Cristo.

    Você pode estar reunindo em uma denominação e não fazer parte da igreja, do corpo, muito embora seja até membro dessa denominação, essa é a verdade.

    Por outro lado, você pode estar reunindo com um pequeno grupo de irmãos, rotineiramente em sua casa, para cultuar o Senhor e ler a Bíblia, e ali está a congregação, a igreja. Não era isso que a igreja primitiva fazia?

    Veja o que aconteceu com um irmão meu. Ele estava infeliz em uma determinada congregação, assim entendido como membros, local de reunião, ministérios, enfim, tudo o que uma denominação tem.

    Estava infeliz, não se dava muito bem, e não queria sair porque aprendeu que não pode sair. Eu apenas disse a ele que procurasse outro lugar para reunir, outra igreja da mesma denominação, ou até de outra. Resultado, ele procurou e encontrou uma igreja da mesma denominação, ICM, e lá está muito feliz reunindo com os irmão. O Pastor é mais avivado, os irmãos são pentecostais, e isso trouxe uma transformação para melhor na sua vida.

    Entendeu? A igreja não é uma prisão, não é uma denominação, é uma reunião de irmãos que cultuam ao Senhor. Mais do que isso, é uma família, onde existe comunhão, onde são apascentados pelo Senhor, como era a igreja primitiva. Não estou abolindo o culto, os ministérios, nem coisa alguma que está na Bíblia, nem mesmo pretendo mudar o modelo. Mas posso apontar o caminho, libertar as mentes de prisões insanas, quando quem deveria fazer isso não o faz.

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  21. Quanto à mensagem do arrebatamento, infelizmente você está certo em afirmar que ela tem sido pouco pregada, que algumas denominações dão pouquíssima atenção para ela. Mas também é verdade que muitos a estão pregando.

    Convivo com irmãos de outras denominações, eles estão tendo sonhos, sinais, todos apontando para a volta do Senhor. Reconhecem que o momento que vivemos é o tempo do fim, pregam isso.

    Quanto à mensagem MARANATA X ANÁTEMA, ela tem um lado muito positivo, é uma boa mensagem, inclusive a postei por achar que é boa. Mas ela tem um lado ruim, de exclusivismo, quando afirma que nós somos um povo, isto é, uma denominação com o compromisso de pregar a mensagem da volta do Senhor, e que os outros não o fazem, ou quando fazem é sem compromisso.

    Primeiro que não é uma verdade inconteste, pois muitos tem pregado essa mensagem.

    Segundo é que exalta a denominação, e isso não é agradável ao Senhor. Por exemplo, se a Assembléia de Deus pregasse essa mensagem não haveria problema algum, estaria quase 100% certa, errando apenas ao afirmar que somente eles a pregam como deve ser pregado. Porém, como foi a ICM que pregou, seria necessário desvinculá-la da denominação, pois maranata foi posto com o significado "JESUS VEM", e isso não tem nada a ver com a instituição.

    Se a ICM assume o compromisso com o Senhor de proclamar essa mensagem, deve proclamá-la aos quatro cantos da terra, inclusive aos irmãos de outras denominações, inclusive utilizando todos os meios e tecnologias à nossa disposição, como o apóstolo Paulo fez. Paulo pregou a mensagem a todos, a gregos e troianos, utilizou todos os recursos da época, todos os seus conhecimentos, tudo o que tinha foi posto a serviço do Senhor. Paulo não tinha uma igreja para pregar, ele tinha o mundo inteiro para pregar. Não anunciava a Palavra de Deus somente às igrejas que fundou, aos irmãos que ganhou para Jesus. Ele anunciava ao mundo, inclusive em Roma, a capital idólatra de um império que queria assassiná-lo.

    Então é isso. Se é esse o nosso compromisso, então há muito o que fazer.

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  22. Apenas ressaltando que não devemos largar os irmãos, a congregação para literalmente nos isolarmos, e a partir daí fazer outras reuniões ou ate criar novas 'instituições religiosas'. ( Não me refiro a ir para outras denominações, mas em abandonar e se isolar baseado em qualquer argumento)

    Fico feliz que o irmão citado conseguiu resolver o que estava incomodando o. Ele não precisou sair, abandonar tudo e criar uma seita.

    Muitos hoje, chamados 'desigrejados', que estavam descontentes com alguma coisa na congregação (o que não é novidade, pois não há perfeição em homens), saíram, justificando que '' nós somos a igreja '', e deixar que reunir com os irmãos, negando o ministério e muito do que ele viveu e normal. e passar a fazer reuniões com alguns outros onde vigora essa mentalidade passa a ser o ideal.

    Inclusive vi um vídeo no youtube, no começo não entendi, mas depois explicaram pelo vídeo que ra um tipo de culto virtual, onde esses irmãos se reuniam (via Skype) para discorrer sobre a Palavra, com horário marcado e aberto a outras pessoas. Isso é só mais um dos muitos grupos.

    Os apóstolos, o que eles vivam, tudo já estabelecido, aconselhariam algum irmão a deixar de congregar ali com eles e dizendo: na sua casa la é mesma coisa... comunhão no corpo? ministério? não é necessário, pois temos falhas, se isole e é melhor, você não irá perder nada.

    E descabível afirmar algo do tipo ainda que em outras palavras, é um erro dizer que deixar a congregação afastando-se é normal e bíblico!

    Me oponho sim aos que deixam sua congregação, e vivem de forma que entendem, corpo não tem um pensamento só? um só cabeça? Um só governo? Que é do Senhor Jesus, que não dispensa a operação do Espírito?

    Para evitar escândalos e agir de forma que o testemunho fique comprometido, é melhor dissipar esse tipo de pensamento.

    Vem Jesus !

    ResponderExcluir
  23. ''corpo não tem um pensamento só? um só cabeça? Um só governo? Que é do Senhor Jesus, que não dispensa a operação do Espírito?''
    Disseste bem meu irmão,creio que é exatamente isto que o CVPFB deixou claro no post,que a igreja fiel é um corpo formado por irmãos de diversas denominações,e que nos somos O templo,nunca foi intenção do CVPFB , instigar rebeldia,muito pelo contrário.Erros precisam ser apontados,corrigidos,e isto que ele tem feito neste blog.Creio também que os que acessam este blog,são pessoas espiritualmente maduras com uma experiência com Deus e que leem Palavra e conferem ,passam como digo sempre,pelo ''filtro'' da Palavra,somos ovelhas sim,mas não da forma que aprendemos sempre na ICM,somos OVELHAS QUE PENSAM,analisam conferem,e a palavra que nos ordena isso,averiguar.Uma coisa eu sei,o PES não vai pensar por mim,não deu certo,eu tenho DIREITO de acesso ao PAI,exercitando o meu sacerdócio ,que Jesus me conferiu na Cruz do calvário!Então tenho direito de perguntar averiguar,questionar,tirem minhas funções,tirem todas,mas quero ver se o tiram minha salvação!
    VOCÊ DISSE:''Para evitar escândalos e agir de forma que o testemunho fique comprometido, é melhor dissipar esse tipo de pensamento. ''
    IRMÃO O QUE SERIA ESCÂNDALO PRA VOCÊ?Sair da ICM?PORQUE PARA MIM ESCÂNDALO FOI O QUE OS LÍDERES DA ICM PERMITIRAM ACONTECER,isto sim,é escândalo e comprometeu nossa instituição para sempre.Pense nisto ok?Peço perdão se ofendi.

    ResponderExcluir
  24. '' ESCÂNDALO FOI O QUE OS LÍDERES DA ICM PERMITIRAM ''


    - Por que o Senhor não revelou para Abel que Caim iria mata-lo?
    - Por que quando o rei Saul matou os sacerdotes do Senhor, o Senhor não os livrou?
    - Porque o Senhor não livrou Estevão daquelas pedras?
    - Seria interessante Pedro João e outros ao ver Jesus na cruz, humilhado, dizerem : Senhor por que Tu não revelou a nós que Judas iria trair a Ti e a nós também?
    Poderíamos ter evitado tudo isso, iriamos expulsar ele do teu ministério!!

    Se fosse propício apontar erros e falhas, ninguém mais estaria em nenhuma denominação. Judas não foi o alvo das críticas no colégio apostólico, eles entederam que a luta não era contra a carne nem o sangue, mas contra os principados e potestades, os dominadores deste mundo.

    Quem não tem luta, não é aprovado, tem alguma coisa de errado, existe tempo de guerra e tempo de paz. Seria maravilhoso viver na bonança, na Paz da eternidade. Mas as lutas vem, oposições se levantam, e não só contra a ICM, mas muitos servos hoje são ridicularizados por causa disso, e os da própia casa tem se ajuntado a estes.

    Nunca foi novidade na Palavra escândalos, Davi viveu isso, os filhos (própia casa) se levantou, mas os que eram de Davi prevaleceram ate o fim. Benaia, Joiada e os seus valentes foram fieis. O único Rei é o Senhor Jesus, Viva ao Rei Viva ao Rei !

    Muitos tem conclamado Viva ao Rei Absalão. Mas a Igreja entroniza o Senhor Jesus, de joelhos há um povo que ora, jejua, madrugada, chora e é atacado, mas prevalecem porque o Senhor sustenta!

    Não sou ovelha que não pensa, nem eu nem nenhum dos meus irmãos.

    Vem Jesus !

    ResponderExcluir
  25. Nota-se pela Bíblia que a igrejas começavam dentro de um lar. Com certeza a medida que ela crescia tinha que mudar para um lugar maior. Isto não quer dizer que acabaram as reuniões nos lares. Os 120 que estavam reunidos para o pentecostes estavam reunidos num cenáculo. Depois das 3.000 conversões... haja casas para se cultuar a Deus. Com certeza as igrejas foram se formando em lugares maiores. O que se tem que fazer é rever a estrutura organizacional das igrejas.

    Agora, quero chamar a atenção para o despreparo de muitos pastores. Não há um ensino sistemático para aperfeiçoamentos dos ministérios. Conheço pastores que tentam fazer o melhor e não conseguem. Deveria ter seminários para um melhor preparo dos nossos pastores. Por favor não confunda seminários para levantar pastores e sim, seminários para capacitar nossos pastores.

    ResponderExcluir
  26. Os pastores são levantados no meio do rebanho. Por profecia... amém. Porém, sem um ensino sistemático é pastor formando pastores imitando suas qualidades e defeitos. Paulo quando escreve a Timóteo e Tito era isso o que ele estava fazendo. Em situações semelhantes pastores toma ações diferentes. As vezes quando a solução é mudar de uma ICM para outra ICM porque o pastor que está a frente da 1º tem muitas dificuldades.
    Eu nunca fui ovelha do Pastor Mário que a pouco deixou a ICM. Mas assisti as aulas que ele ministrava. Se ele agia na igreja do jeito que ele ensinava nas aulas, sou sincero... eu não ficaria lá. Dizem que ele mudou muito...espero que tenha mudado. Pastor é para pastorear e não para afugentar. As vezes pastores agem de acordo com orientações do PES. Olha, na igreja local cada caso é um caso. Cada igreja uma igreja. Cada ovelha uma ovelha.

    ResponderExcluir
  27. Não se pode cobrar muito de um pastor. Conheço pastores que pastoreiam mais de 5 igrejas. Tem seu trabalho secular. Tem família. E ainda não recebem o devido preparo. Resultado... dá para imaginar.

    ResponderExcluir
  28. Filipe meu caro,
    Acha mesmo que a ICM está sendo inocentemente perseguida? Está de brincadeira né...Você está mesmo comparando a morte de Jesus,puro, Santo,Reto,nenhuma mácula com a ICM? Estevão foi perseguido por amor ao evangelho meu irmão e o PES?por amor a que?hum?Preciso dizer?não precisa né....complete o versículo :''porque o.................é a raiz de todos os males'' penso que acertou,bom menino!!!parabéns!Me poupe...já não basta eu ter que ouvir todo dia na igreja:''PORQUE A OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOBRA ESTÁ SENDO PERSEGUIDA!!!!!Muito melhor dizer ''IRMÃOS,FALHAMOS,ESTAMOS COLHENDO AS CONSEQUÊNCIAS,MAS VAMOS NOS HUMILHAR DEBAIXO DA POTENTE MÃO DO SENHOR,ELE TERÁ MISERICÓRDIA!!!Davi quando errou meu irmão,ele não disse que estava sendo perseguido,quando Natã(o profeta) foi repreendê-lo ,ele não ficou arrumando desculpas nem colocando culpa em ninguém,ele disse:''PEQUEI CONTRA O SENHOR'' No salmo 51 encontramos Davi confessando seu pecado,se humilhando diante do Senhor.Davi não está lá negando sua culpa e dizendo que era perseguição não!(1 Pedro 4:15-16)''Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como o que se entremete em negócios alheios;Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte''.
    Sou uma ovelha que pensa,logo uso minha inteligência,concluo através de FATOS que a ICM não está sendo INOCENTEMENTE perseguida,o que o PES não sabia era que nosso telhado era de vidro.Por falar nisso,deviam ter tido este mesmo ''raciocínio'' seu quando ridicularizaram outras denominações por causa de escândalos,bom remédio ,você sabe da receita...que bom!!

    ResponderExcluir
  29. Caro Felipe,

    Não estou absolutamente querendo ver irmãos "desigrejados", no sentido que você deu, isto é, sem denominação.

    Mas é possível estar "igrejado" sabendo a verdade:

    - igreja é a congregação;
    - igreja não é a denominação;
    - o compromisso é com Jesus, não com a denominação;
    - não pertencemos à denominação, mas ao Senhor Jesus;
    - a igreja, a congregação, a denominação, o corpo, nenhum deles é o autor da nossa salvação; Jesus é o autor da nossa salvação. Não devemos, portanto, nada à igreja, não devemos nada ao corpo, não devemos nada à congregação, nós devemos a nossa salvação somente a Jesus Cristo. Era o que Paulo afirmava ao dizer que só pregava a Jesus, a Cristo crucificado. Havia servos em Damasco, onde ele se converteu, inclusive Ananias era de lá, mas Paulo não escreveu nenhuma carta à igreja de Damasco, suas maiores viagens missionárias não tiveram Damasco por destino. Ele também dizia "a ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor", isto é, não podemos jamais esquecer de amar os irmãos, o corpo, a congregação e, até mesmo, a nossa denominação, pois é humano e até natural que assim seja;
    - a igreja, corpo de Cristo, tem dons, tem ministérios, tem governo, tem organização, e isso é muito bom. Mas essa igreja não era presbiteral, era congregacional, pois Paulo, por exemplo, não administrava nenhuma igreja. Porém, cuidava delas espiritualmente, doutrinariamente. Quando ele precisava de dinheiro, pedia ofertas, não dava ordens. Os apóstolos muitas vezes foram enfrentados, como por exemplo João, que sofreu a oposição de Diótrefes, que queria o primado de uma congregação. Ou seja, Diótrefes queria algo que não lhe pertencia, porque o primado é do Espírito de Jesus.

    Dou esses exemplos para demonstrar inclusive que não havia denominações na época. Esse é um fenômeno recente, pós reforma. Não há razão para conceder o primado a uma denominação, por melhor que ela seja Deus jamais faria isso. Por isso, afirmamos que placa de igreja não salva ninguém, mas devemos saber o que isso significa, isso significa que você pode congregar em qualquer denominação evangélica e ser salvo. É isso mesmo? Se não é esse o entendimento, não podemos afirmar isso. E se dissermos que precisamos de Jesus, mas da placa também, então é heresia.

    Agora, as denominações estão aí, e não acho ruim. Podemos congregar nelas normalmente, podemos fazer de uma delas a nossa casa. O que não podemos fazer é esquecer as nossas origens enquanto igreja, a pureza do evangelho em que todos são iguais, em que "quem quiser ser o maior, faça-se o menor", em que "não faças aos outros o que não quereis que vos façam", em que "amai-vos uns aos outros como eu vos amei", em que a congregação, corpo de Cristo, se reunia em casas ou cenáculos, em que ela se reunia para adorar ao Senhor, em que ela era perseguida, em que ela vivia na dependência absoluta do Senhor Jesus e da presença do Espírito de Deus.

    Nessa igreja, os partidarismos eram repreendidos. Nessa igreja, os apóstolos cuidavam apenas do ministério da Palavra, da doutrina como está posta na Bíblia. Eles cuidavam das ovelhas do Senhor, não importando a raça, nação, língua, crença ou religião de origem, não importando se eram de Corinto, de Bereia, Jerusalém, Antioquia ou Filipos. Eles se sentiam responsáveis por todas as ovelhas.

    Esses deveriam ser os nossos paradigmas.

    Finalizando, a ICM é presbiteral. Sem problemas, desde que a pureza e a humildade do evangelho seja respeitada. Mais, o presbitério da igreja primitiva compartilhava decisões com o corpo, então precisamos ao menos por isso em prática. O presbitério se reunia para tomar as decisões doutrinárias mais importantes, como o concílio de Jerusalém. Precisamos por isso em prática. Os irmãos eram ouvidos sempre. Precisamos por isso em prática. Por exemplo, prestação de contas é um bom começo.

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  30. João Marcos,
    Você tocou num ponto que incomoda muito,despreparo.Penso que deveria haver um preparo não somente para pastores,mas para obreiros,que fazem apenas louvor e assistem grupos de assistência também.Imagine só João Marcos, um obreiro ou professora de crianças que não sabe manusear a bíblia?Domingo mesmo estava ao lado de uma irmã,professora de crianças,mais de 20 anos de'' oooooooooooooobra''(ICM) ,estava procurando o livro de Juízes lá perto de Romanos,pode?.Um obreiro dizer que o SINÉDRIO era um homem mau?Um outro dizer que Jesus curou Naamã dia de sábado e que os fariseus ficaram furiosos?
    Se eu fosse pastor(a)rs,só levantaria um obreiro,mesmo que fosse só para louvor depois que ele tivesse lido a bíblia todinha,soubesse a ordem dos acontecimentos,soubesse quantos livros a bíblia tem,soubesse quantos no novo e velho testamento, como foi formada a tribo de Israel, porque foram para o cativeiro(pasmem!!!!!!!!!,tem muitos ,mas muitos que não sabem)em que época Jesus nasceu,,qual imperador estava na época,saber que FARAÓ e CÉSAR não eram nomes,eram títulos,coisinhas básicas assim.Isto é o MÍNIMO.Na minha classe não deixo meus alunos sem saberem,elaboro questionários,incentivo-os a responder a chamada citando versículos e várias outras atividades.
    Vejo direto pastores,isto mesmo,pastores que não conhecem a bíblia e ainda implicam com quem conhece um pouco,já ouvi assim:''Onde está o versículo tal irmã ?! você gosta de decorar BÍBLIA, saiu da Assembléia de Deus ,mas a Assembléia de Deus não saiu de você ainda.Sério já ouvi isto várias vezes!

    ResponderExcluir
  31. Irmãos,

    Pelo visto, perdi bastante coisa neste pouco tempo "desaparecido". Dormi no ponto. Faz parte!

    Lendo os comentários publicados, notei que o irmão Felipe ainda acredita que a instituição ICM está sendo perseguida, sendo os retirantes seguidores de Absalão. Discurso típico de sectarista. Desculpe-me a sinceridade amado irmão, mas isto é nada mais nada menos do que farisaísmo! Se não foi este o seu entendimento, ignore o que disse.

    Igreja não é denominação, é a simples reunião dos santos para louvor à Cristo. Embora existam desigrejados rebeldes à submissão eclesiástica (e sem razão), muitos outros deixaram as instituições para buscar a verdadeira simplicidade do Evangelho, reunindo em pequenos grupos de oração de casa em casa, com "alegria e singeleza de coração" (Atos 2:46). Não quero, com isso, afirmar que sou contra as instituições. Absolutamente! Todavia, a igreja do Senhor não se estabelece nos templos (o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, conforme Atos 17:24), mas na comunhão mútua entre os remidos de Cristo, que se tornaram morada e templo do Espírito Santo (1 Coríntios 3:16).

    Ao longo da História da Igreja, observamos que as divisões sempre ocorreram. Podemos citar exemplos notáveis, como o Grande Cisma do Oriente (Igreja de Roma x Igreja Ortodoxa, em 1054) e a Reforma Protestante (Igreja de Roma x Igreja Protestante). Pergunto: este é o modelo estabelecido nas Escrituras? Não! Inobstante, o primeiro exemplo foi fruto de disputa por poder político-eclesiástico, enquanto o segundo foi inevitável, diante do retorno à verdadeira doutrina bíblica (Sola Scriptura, Sola Gratia, Sola Fide, Solus Christus, Soli Deo Gloria) capitaneada por Lutero, Calvino e Zwinglio. Analisando o relato acima como um estudo de caso, devemos nos perguntar: quem ousa desligar-se da ICM está agindo por vaidade (primeiro exemplo) ou por desejo de ser fiel a Deus (segundo exemplo)? A resposta é individual.

    Tenho parentes dentre os retirantes e muitos deles encontraram uma nova vida com Deus pós-ICM. Estão felizes, buscando com fervor a sua bênção, vivem em paz, respeitam quem decidiu permanecer na ICM, mesmo ouvindo impropérios de alguns.

    Muito temos a mudar, e esta mudança precisa partir de nós! Não jogando a sujeira para debaixo do tapete, mas reconhecendo as falhas e clamando por um novo rumo em direção à verdade do Evangelho.

    Graça e Paz.

    ResponderExcluir
  32. Meu irmão Felipe,

    Deixo este salmo para tua meditação, na hora da angústia a melhor coisa a fazer é reconhecermos os nossos erros.

    [Salmo de Davi] A ti, SENHOR, levanto a minha alma.
    Deus meu, em ti confio, não me deixes confundido, nem que os meus inimigos triunfem sobre mim.
    Na verdade, não serão confundidos os que esperam em ti; confundidos serão os que transgridem sem causa.
    Faze-me saber os teus caminhos, SENHOR; ensina-me as tuas veredas.
    Guia-me na tua verdade, e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia.
    Lembra-te, SENHOR, das tuas misericórdias e das tuas benignidades, porque são desde a eternidade.
    Não te lembres dos pecados da minha mocidade, nem das minhas transgressões; mas segundo a tua misericórdia, lembra-te de mim, por tua bondade, SENHOR.
    Bom e reto é o SENHOR; por isso ensinará o caminho aos pecadores.
    Guiará os mansos em justiça e aos mansos ensinará o seu caminho.
    Todas as veredas do SENHOR são misericórdia e verdade para aqueles que guardam a sua aliança e os seus testemunhos.
    Por amor do teu nome, SENHOR, perdoa a minha iniqüidade, pois é grande.
    Qual é o homem que teme ao SENHOR? Ele o ensinará no caminho que deve escolher.
    A sua alma pousará no bem, e a sua semente herdará a terra.
    O segredo do SENHOR é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança.
    Os meus olhos estão continuamente no SENHOR, pois ele tirará os meus pés da rede.
    Olha para mim, e tem piedade de mim, porque estou solitário e aflito.
    As ânsias do meu coração se têm multiplicado; tira-me dos meus apertos.
    Olha para a minha aflição e para a minha dor, e perdoa todos os meus pecados.
    Olha para os meus inimigos, pois se vão multiplicando e me odeiam com ódio cruel.
    Guarda a minha alma, e livra-me; não me deixes confundido, porquanto confio em ti.
    Guardem-me a sinceridade e a retidão, porquanto espero em ti.
    Redime, ó Deus, a Israel de todas as suas angústias.
    Salmos 25:1-22

    ResponderExcluir
  33. Agradeço a todos que respeitosamente responderam e comentaram (em especial ao CVPFB). Vejo que a sinceridade é o essencial para compreendermos muitas cosias, e ainda expormos, respeitosamente claro, nosso ponto de vista.

    Acima da opinião particular, está a vontade do Senhor. Não há como conciliar críticas diretas a irmãos, atitudes equivocadas com o temor. O homem tem falhas, ou os críticos dos mesmos são perfeitos? A errada atitude de alguns, não pode servir como pretexto para expor, criticar ou afrontar alguns que nem mesmo tem parte com isso.

    Há servos e servas valentes, que servem ao Senhor, que não se consideram melhores e ainda sim são apontados. Não é raro ver, em especial, na internet pessoas criticando, e expondo situações (muitas inverídicas) para generalizar.

    O que falta (não isentando no meio DA ICM) é respeito; mas dizer que a 'culpa' é geral, expressar abertamente que não há entendimento na ICM, é um golpe contra todos (e ainda pior não são críticas vindas de pessoas que nunca viveram ali, ou que saíram, mas as do propio meio, que 'sabendo' e ardentemente dizendo coisas terríveis dali, permanecem, com o fim de expor algo)

    A soberba e a arrogância tem atingido muitos, e infelizmente podemos ver isso em muitas pessoas, em que seus interesses são maiores do que os do seus irmãos, ou sua palavra é mais sábia do que daquelas outras pessoas escravizadas, sendo muitas servos e servas de oração, que temem e não se levantam contra o opositor.

    Vem Jesus !

    ResponderExcluir
  34. Realmente Felipe,

    As críticas ferozes do JAFUM, do CV, do Eduardo Gil (que não chamo de pastor porque pastor, por ética, deve respeitar os que também apascentam o rebanho de Deus, e o Eduardo Gil não tem ética alguma) e companhia ltda, são mentirosas.

    Eles ficam pesquisando pessoas que foram destratadas na ICM, que saíram porque não foram respeitadas, por obreiros, pastores ou diáconos. Evidentemente, não gostaríamos que isso tivesse ocorrido, mas ocorreu. A questão é o percentual de pessoas que foram vítimas. Para sermos honestos, devemos lidar com percentual, e há um percentual muito alto de pessoas que querem ficar, apesar dos problemas, rusgas e outras coisas comuns aos seres humanos. Porém, as críticas, mesmo destrutivas, são oportunidades para melhorarmos.

    Vejo nesses críticos vorazes um receio de que não ocorra o que eles desejam: o fim da ICM. Estão cada vez mais desesperados.

    A MARANATA vai continuar, já disse isso há tempos. Há coisas que precisam ser feitas, corrigidas, mas ela vai continuar. O desvio de recursos não é causa, é consequência de erros, erros que precisam ser corrigidos.

    Vou citar alguns. Precisamos pregar mais vida cristã, precisamos discernir melhor o que é fruto do Espírito Santo, precisamos acabar com o sectarismo, com a velada proibição de visitar outras denominações, precisamos de parar de menosprezar quem sai como se fosse um caído. Por que digo isso? Porque simplesmente é o único caminho. Imagine alguém que teve uma dificuldade com um obreiro, saiu, e foi taxado de caído, os irmãos sequer lhe cumprimentam, acabou a amizade.....como esses alguém vai se sentir? Gente, isso tem que acabar, é muito óbvio!

    A luta pela qual passamos é permissão de Deus. Por qual razão? Vamos analisar o que está acontecendo: surgiu um grupo mais avivado, pentecostal, que gosta de adorar levantando as mãos. Surgiram fraturas na tal unanimidade que na verdade escondia muita diversidade. Será que esse avivamento, que essa, digamos, mais liberdade, é o que o dono quer? Isto é, será que o Espírito de Deus deseja esse avivamento?

    Se for, não adianta lutar contra Ele. Pior, lutando contra Ele, como Ele vai vencer essa peleja por nós? LEMBREM-SE DO LEMA, POR FAVOR!!!

    ResponderExcluir
  35. Continuando......

    Se alguém do PES está lendo aqui, aconselho a não pararem as vigílias avivadas e com liberdade para adorar, inclusive com mãos levantadas, aconselho a não contender com o Espírito de Deus. Do contrário, poderá ser pior do que já está. Na minha opinião, de mais de uma ano atrás, esse avivamento é obra do Senhor, não se pode lutar contra ele.

    Nesses quase dois anos de provação não vi nenhuma tentativa de aproximação de outras denominações, nenhum aceno aos retirantes, nenhum perdão, nenhum gesto de boa vontade com os que saíram, nenhuma ação contra o exclusivismo eclesiástico. Todavia, vi boa vontade com os que resolveram voltar, e isso é muito pouco. Qual será a vontade do Espírito de Deus? Que fiquem alimentando contenda com a IEL e demais retirantes? Não sejamos meninos na fé, a vontade de Deus é bem outra. LEMBREM-SE DO LEMA, POR FAVOR!!! PARA QUE NÃO SEJA SÓ MAIS UM LEMA, MAS QUE SEJA EFETIVAMENTE PARA VALER!!!

    Evidentemente, há retirantes extremamente maldosos. E daí? Não precisamos nos igualar, ou talvez sermos piores, negando até mesmo a paz do Senhor.

    Enfim, precisamos ajustar muitas coisas para sairmos dessa prova. A pior delas já está sendo quebrada pela própria provação: a soberba.

    Isso é ótimo, porque a soberba precede a ruína, a humildade a honra. Digo isso mesmo sabendo da aflição e angústia de muitos, digo isso na esperança que os erros sejam corrigidos para que a luta acabe em breve. Quando falo em erro, estou falando de causas, não de consequências.

    Exemplo claro: Não confundam frutos do espírito com dom espiritual, com madrugada, com oração, com jejum, com culto profético, com limpeza de igreja. Isso não é fruto.

    Vou dizer o que é fruto. Fruto é o que se vê na árvore. Então você olha para a árvore, no caso para a pessoa, e vê o que? Você vê bondade? Vê amor? Vê paciência? Vê longanimidade, ou perdão, ou misericórdia? Isso é fruto.

    Mas aquilo que recebemos gratuitamente não é fruto. Por exemplo. Senhor! Em teu nome profetizamos, expulsamos demônios, curamos, operamos maravilhas!E a resposta? Apartai-vos de mim! Sabem por que? Amados, isso não é fruto. Fruto é o que é gerado na árvore, e só pode ser gerado quando o Espírito de Deus tem a primazia em nossas vidas. Do contrário, vamos gerar obras da carne, mesmo tendo dons espirituais, e vamos ouvir uma palavra de condenação do Senhor naquele grande dia.

    Amados, vamos corrigir os erros enquanto é tempo.......(desculpem-me o longo comentário, isso não se repetirá)

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. Me alegro sinceramente, ao ver servos, que são honestos consigo mesmos, que sensatamente fazem colocações e afirmações. Sem necessidade que gritar com letras maiúsculas ou desmerecerem aqueles que não tem tanto conhecimento.

    O clamor é interno, mas o fruto é externo : Aviva ó Senhor a Tua Obra !
    Em muitos corações, no mundo.... a Igreja está preparada.
    Ainda que alguns não entendam, que alguns se levantem, mas um povo vai buscar.
    Que ama ao Senhor. O que deve ser aperfeiçoado, o será.

    MARANATA, JESUS Vem !


    e os bons longos comentários são sempre bem vindos '

    ResponderExcluir
  38. Glória a Deus, Felipe,

    Que mantemos um bom diálogo proveitoso para ambas as partes.

    Se puder, se estiver ao seu alcance, não deixe que cerceiem o mover do Espírito de Deus na sua igreja, nas igrejas avivadas, nas grandes vigílias.

    Se o PES fizer isso, proibindo isso, virá um juízo terrível sobre eles, e esse juízo está às portas. Como não conseguem enxergar? Não queremos juízo, queremos bênçãos e vitórias.

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  39. Os irmão tem mais alguma noticia sobre o estado de saude do pastor Fernando Athayde

    ResponderExcluir
  40. Saiu da ICM e está em outra denominação. É o que dizem.

    ResponderExcluir
  41. Saiu da UTI e está sendo assistido pelos irmãos da missão e da iel. Alguns irmãos da icm sem compromisso com o pes, que não fez nada.

    ResponderExcluir
  42. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  43. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  44. Prezado cvpfb, por favor remova meu com3ntario anterior. Acabei de ligar e esta estoria esta meio obscura.

    Grato.
    apds

    ResponderExcluir
  45. Caro 123,

    Não há dúvidas que o Pr. Fernando Athayde saiu da ICM. Foi uma decisão dele. Após isso, ficou gravemente enfermo e foi internado com infecção no coração (por favor, não há relação entre os fatos). Não sei detalhes, ou mesmo se o PES ficou sabendo, ou fez algo por ele e pela família. Mas, ao que parece, seu estado é grave e inspira cuidados. Está sendo assistido por muitos irmãos e amigos de várias denominações, inclusive ICM.

    A Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  46. o fato é veritico, e pode ser confirmado por irmão imparciais da igreja, mas favor deletar todos os meus comentarios sobre este fato.( com Pr Fernando ) obrigado.

    ResponderExcluir
  47. Obrigado CVPFB.

    Alguem de VIX me deu outra versao.......na duvida, preferi me recolher...

    Meu comentario tambem foi um pouco exagerado pro blog...achei....

    APDS

    ResponderExcluir
  48. Sem querer polemica todos os fatos tem mais de uma versão, inclusive os que dizem respeito a tudo que esta envolvendo a igreja no ultimo ano. Apenas peço que remova o comentario do dia 10 fevereiro 14:44. Obrigado.

    ResponderExcluir
  49. Imãos, A paz do Senhor
    Quem é este pastor Fernando?Por acaso seria um pastor que também dava aulas aqui no Manaim de Gv e depois tinha ido para o Exterior?Não estou entendendo nada deste últimos comentários..

    ResponderExcluir
  50. CVPFB, ficou interessante os corações.


    A paz do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  51. Julia,

    Tudo indica que é o mesmo. Ele já deu aula em GV e foi para os EUA. Ele saiu da ICM, mas não sei onde está reunindo.

    ResponderExcluir
  52. Fico consternado com esta notícia, pois trata-se de um homem de nobre lidar, um genuíno servo de Deus, com uma bagagem teológica considerável. Uma perda e tanto para a ICM.

    Espero que o Espírito de Cristo continue o usando com graça e poder na proclamação do Evangelho, e que sua saúde seja inteiramente restaurada.

    Graça e Paz.

    ResponderExcluir
  53. Que Deus possa abençoa-lo, mas me parece que ainda não é certeza que ele saiu.

    ApdsJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oremos por ele. Aprendi muito com ele.

      Que Deus o abençoe.

      Excluir
  54. Belo estudo cvdb.
    Quanto aos comentários sobre um modelo de igreja eu concordo com você.
    Em tempo. O Pastor Fernando não enviou nenhuma carta de desligamento para o presbitério, mas a muito tempo ele não tem igreja e ultimamente está mais fora do que dentro. Acho que ele saiu.

    ResponderExcluir
  55. A paz do Senhor Jesus,
    Publiquei como anomino pq nao entendi bem as diferenças e foi a forma mais facil.
    Desde ontem achei este site, blog(?) e o achei maravilhoso, um "ninho" para aqueles que respeitam a ICM mas que sempre discordaram de algumas praticas.
    Irmaos, fico feliz em ver que nao estou só, pois tenho plena consciencia de tudo o que Deus fez por mim e das experiencias que tive com ele na ICM, mas as vezes me pego em preocupação; como foi colocado por alguem, não me lembro quem, como desentranhar o sectarismo de nos? Os irmãos acham que mudanças que precisam vir da liderança humana serão feitas?
    Orem por mim e por tantos outros que partilam dos mesmos sentimentos.
    Deus nos abençoe.

    ResponderExcluir
  56. Irmão CVDB,

    A Pazdo Senhor Jesus,
    Que palavra maravilhosa. Pena que não entra fácil nas mentes condicionadas porque do contrário o efeito seria maravilhoso.

    ResponderExcluir
  57. Apds irmãos,

    Concordo com o que o anônimo das 18:24 disse ao se referir ao "ninho" para quem respeita a ICM mas discorda de algumas práticas. Nasci na ICM e sirvo a Deus de coração, mas de uns tempos para cá tenho me questionado muito pela falta de doutrina relacionada áquilo que o CVPFB disse - frutos do Espírito. Pelo menos em minha região (não é no ES) nunca foi falado sobre assuntos de família como comportamentos entre casais, como o jovem mantém puro a sua vida cristã, etc... com certeza o mais importante é a salvação, porém como um pai de família vai desenvolver a salvação se não trata bem a esposa? Como um jovem vai se manter santo se não souber aquilo que realmente se pode ou não fazer com base no que diz a bíblia? Pregamos salvação mas nos esquecemos do amor, bondade, longanimidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, irmão Anônimo.
      Os valores que você está primando são genuinamente bíblicos, e infelizmente esquecidos na Maranata, onde se repete muito o entendimento de obra, corre-se para lá e para cá, e o amor ao próximo é deixado de lado.
      APDSJ.

      Excluir

  58. Juliana B.: Minas Gerais
    LEIAM!!!
    Grande infelicidade a minha em ver comentários hipócritas e rancorosos vindo de pessoas que ao meu ver, não temem a Deus! O VERDADEIRO servo do Senhor só admite apenas uma preocupação em seus pensamentos: o de resgatar almas para o Deus vivo! Ele não se importa com coisas banais e passageiras, mas somente em cumprir o plano só nosso Deus na terra! Gostaria que estes difamadores, acusadores dissessem para mim agora, neste exato momento o nome de apenas UMA igreja que seja perfeita! O fato é: tal não existe! As igrejas (aquelas cuja preocupação seja realmente servir ao senhor) embora sejam guiadas pelo Espírito Santo, podem sofrer com a queda dos homem, sua falta de fé e assim por diante, porém nada disso é capaz de diminuir o que tem feito o Senhor em nossos dias! Ele é tão misericordioso para com nossas vidas que nos permite uma restauração, perdoando nossos pecados se assim nos arrependermos! Minhas palavras não são para ATEUS, pois sei de suas reais dificuldades em entender o cristianismo, mas, falo para aqueles q se julgam cristãos! Vcs, na minha opinião, não passam de escanecedores! Até agora não ouvi nenhum "ex-maranata"(como gostam de serem chamados) que expressaram suas "opiniões" aqui neste abençoado blog, dizer que ao sair dessa denominação FORAM PARA OUTRA, e assim gozaram de perfeita comunhão! Repito: esses que comentaram aqui! Só ouvi relatos como o conseguinte: saí da maranata, ela é uma seita, ninguém presta de lá, seita diabólica, pessoas mesquinhas, distorções bíblicas, revelações do além, etc. Prestem atenção ao que vou dizer: BLASFÊMIA CONTRA O ESPÍRITO SANTO!!! E isso que estão fazendo. Estão trilhando por caminho perigoso demais, que pode não ter volta! Viram? Atribuir ações do Espírito Santo ao adversário é a blasfêmia imperdoável por Deus! Parem, pelo amor de Deus! Vcs estão dizendo que as revelações da Igreja Crista Maranata não passa de coisas vindouras do inimigo! Dizem que seus estudos revelados, vieram das trevas!
    Isso é abominável! Sabemos sobre os dons espirituais, de suas aplicações em nossos atuais dias! Qualquer um com experiências pode afirmar isso! Seja um maranata, assembleiano, etc! E pq ainda assim blasfemam tanto? Com relação aos assuntos deste presbitério não nos cabe fazer justiça. Deixa-a para o nosso Deus, que realmente sabe fazer justiça! O fato é: podem até haver erros HUMANOS, mas confirmo com grande prazer, o que pude ver, os acertos são MUITO maiores! Mas muito maiores mesmo! O Senhor está naquele lugar! Há ali almas REALMENTE remidas! Sabem eles, os maranatas, tb de coisas corruptas dentro de nossas igrejas, mas nada fazem! Não tentam fazer a justiça com as próprias mãos! Querem eles orar pelos servos! Ora, dizer que essa denominação é obra revelada, e seria a melhor nos dias atuais, não seria um erro! Até msm pq TODAS as igrejas são certas de que são verdadeiramente as melhores! Pq crucifica-la só pq afirma isso! Minha mensagem é esta: olhem para as manchas dos seus próprios olhos, antes de falarem das manchas das outras pessoas! Tenho certeza q nada vai impedir este lindo trabalho que nosso irmãos maranatas estão fazendo! Nem msm a hipócrita opinião dos blasfemadores!
    Que a misericórdia do senhor os acompanhe! Amém!

    ResponderExcluir